Skip to content

Dias melhores…Ou não.

dezembro 3, 2009
tags:

A inconstância da vida de editor poderia matar qualquer pessoa metódica.

Às vezes trabalhamos 15 horas por dia durante semanas ou então ficamos 6 meses sem ver um real. Toda área do audiovisual é assim e quem trabalha em produtora sabe exatamente o que estou falando.  Nas televisões, a dança das cadeiras tende ser ainda pior, se a produção acaba, as pessoas estão propensas a se separarem em outras produções na melhor das hipóteses ou então ir para o olho da rua direto.
Simples assim.

Algumas pessoas, já para evitar esse problema abriram a própria empresas e viraram senhores do seus destinos, um job aqui, outro acolá, fatura a nota, beijosmeliga. No entanto, ainda correm o risco de ficar sem ver um real e as contas chegando. Perdem mais estabilidade no que já era instável. Dizem que é o futuro né? O mundo das carteiras assinadas vai desaparecer e sinceramente quando isso acontecer eu espero ter um bote salva vidas para me segurar.

Conclusão: viver de arte, num país que não se faz arte é…. f…ora de sério.

One Comment leave one →
  1. Lilactag permalink
    dezembro 5, 2009 3:39 am

    That is the way it goes in most countries, but te joy of the brief moments of artistry is unsurpassed by other human forms of living.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: