Skip to content

Vai Vai 80 anos nas Ruas

novembro 13, 2009

Este é o documentário que estive trabalhando no último ano, sobre os 80 anos da escola paulista Vai Vai, que até hoje insiste (e resiste) ao carnaval na rua. Atualmente, eu respiro, como, vivo o samba como nunca vivi em toda minha vida.

Confiram abaixo a matéria que o vitrine fez com o Diretor e as cenas do Teaser.

Abaixo, uma música de um dos compositores antigos do Vai Vai, Zedi – no Salgueiro desde os anos 70:

VAI VAI
Escola querida do meu coração
espantando a tristeza espalhando a alegria
na multidão.
VAI VAI vai traz o samba no pé varrendo a avenida
os dissabores e mágoas dessa vida,
enxuga o pranto no teu pavilhão.
VAI VAI traz o samba no pé varrendo a avenida
os dissabores e mágoas dessa vida,
enxuga o pranto no teu pavilhão.

Deixe os problemas senhores um só momento
Não perde tempo quem vê minha escola passar
é carnaval de novo vai e arrasta esse povo

Dos dissabores da vida

Numa explosão de alegria na avenida!

(Aaahhh!)

One Comment leave one →
  1. Fabiana Brasil permalink
    dezembro 2, 2009 11:03 pm

    Vai-Vai é uma guinada na minha vida !!!
    Junto com amigos eu frequentava os ensaios escondida dos meus pais desde 93, passei anos na multidão vibrando com os sambas e madrugadas assintindo o vai vai passar na tv; Mas pra mim isso não era o bastante, eu queria estar lá, assi que conquistei um pouquinho de independencia foi o que fiz, desfilei em 2004 pela 1° vez na ala das passistas, o que já era amor virou idolatria, veneração. Continuei desfilando nos anos seguintes mesmo contra a vontade dos meus pais, conheci um grande amor, me entreguei e na noite do desfile de 2007 nós dois nos tornamos 3. 9 meses depois estava eu de novo nos ensaios com minha princesa nos braços e o samba no pé, que hoje é ritmo nos meus e nos dela, que atrai olhares e sorrisos com a vibração e a alegria desta pequena sambista que acaba de fazer 2 anos mais já canta o samba da escola e bate no peito ao dizer “EU SOU VAI-VAI”; O grande amor terminou, a minha criança cresce na batida do surdo, tantas coisas mudaram, mas dificuldades da vida continuam dando lugar ao arrepio que vem subindo pelas pernas quando escuto o soar da sirene acompanhado pela profecia que ecoa na avenida “VAI VAI, A PASSARELA É DE VOCÊS”. Meu coração bate ao som da bateria e meus póros exalam minha devoção ao vai-vai. A esta grande comunidade, merecedora desta homenagem, só tenho uma última coisa a dizer: Obrigada meu pavilhão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: